Internet

publicidade
31 de janeiro de 2013 • 09h01 • atualizado às 13h09

Facebook ganha R$ 10,5 por usuário; R$ 3,6 com grupo do Brasil

CEO e garoto prodígio do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou os resultados da empresa em nota ao mercado
Foto: Maxim Shemetov / Reuters

O Facebook teve uma receita de US$ 1,81 (cerca de R$ 3,65), em média, com cada usuário brasileiro - e de outros países do mesmo grupo - no ano passado. A cifra faz parte de dados financeiros para o último trimestre de 2012 apresentados pela rede social nessa quarta-feira. Mundialmente, cada um dos 1 bilhão de cadastrados rendeu ao site US$ 5,32 (cerca de R$ 10,50).

Galeria de fotos: Saiba como o Facebook e outras empresas da internet ganham dinheiro

Em seu relatório financeiro, a empresa dividiu o planeta quatro partes: Estados Unidos e Canadá, Europa, Ásia e o "Resto do mundo" - onde encontram-se o Brasil e outros países não especificados pelo site.

No grupo mais rentável - dos EUA e Canadá - a média é de US$ 13,58 por usuário. Em segundo vem a Europa, US$ 5,91, seguida por Ásia, US$ 2,35.

O Brasil está entre os países em que o Facebook ganha 65% menos que a média mundial, apesar de estar entre os cinco países com o maior número de usuários, e ser um dos locais em que a rede tem um escritório próprio.

Segundo o Facebook, para chegar nos números da receita por usuário, foram usados dados com base numa estimativa da localização dos cadastrados quando desempenham alguma atividade que gere renda para o site - como acessar anúncios ou pagar por serviços de promoção de posts, por exemplo.

Os dados foram divulgados no relatório financeiro do quarto trimestre de 2012.

No período, com crescimento de 40% na receita, chegando a US$ 1,585 bilhão, a maior rede social do mundo registrou lucro líquido de US$ 64 milhões no quarto trimestre, ou US$ 0,03 por ação. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o resultado é menor. A empresa chegou a US$ 302 milhões, ou US$ 0,14 por ação, entre outubro e dezembro de 2011. Ainda assim, o resultado foi considerado bom por analistas.

Terra