3 eventos ao vivo

Foursquare larga API do Google Maps por base de código aberto

1 mar 2012
16h36
atualizado às 16h36
  • separator

O Foursquare anunciou nesta quarta-feira que vai trocar o Google Maps pelo OpenStreetMaps como base de seu serviço baseado na localização dos usuários. O post no blog oficial que informa sobre a mudança afirma que ela só vale para o site, já que os aplicativos para iOS e Android usam componentes integrados aos sistemas - que, por sua vez, se conectam com os mapas do gigante de buscas.

Rede social vai usar base do serviço colaborativo OpenStreetMaps com interface da startup MapBox
Rede social vai usar base do serviço colaborativo OpenStreetMaps com interface da startup MapBox
Foto: Reprodução

O texto explica que a startup inicialmente começou a procurar por outras opções de mapas por causa do preço da API do Google - que começou a ser paga em janeiro de 2012. A equipe do Foursquare decidiu criar os próprios mapas usando como base o serviço de código aberto OpenStreetMap. "É um atlas global colaborativo, e é maravilhoso! É como uma Wikipédia da geografia", define o post.

Para transformar os dados do OpenStreetMap em mapas desenhados, a startup recorreu à MapBox, também iniciante da tecnologia, e ao seu serviço MapBox Streets. Além de oferecer personalização de cores, que permite ao Foursquare criar mapas que combinam com sua identidade visual, a opção permite o uso da biblioteca javascript do Leaflet, usada para garantir interatividade ao serviço.

Segundo o anúncio, o site parecerá "um pouquinho diferente", mas "à parte as cores e botões distintos" nada mais mudou no serviço.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Fonte: Terra
publicidade