0

Google evitou termos negativos sobre Brasil x Alemanha

Durante o jogo que eliminou o Brasil da final da Copa, a palavra "vergonha" foi a mais buscada no Brasil

16 jul 2014
14h21
atualizado às 15h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois do jogo entre Brasil e Alemanha na Copa do Mundo, o Google tentou minimizar a derrota da seleção brasileira por 7 x 1 em sua ferramenta de buscas. Nas pesquisas do Google sobre a partida, a empresa decidiu retirar termos negativos. As informações são da rádio pública americana NPR.

<p>O recorde de gols em Copas do Mundo do alemão Klose foi uma das tendências compartilhadas pelo Google</p>
O recorde de gols em Copas do Mundo do alemão Klose foi uma das tendências compartilhadas pelo Google
Foto: Reprodução

Para monitorar o Mundial, o Google montou uma redação experimental em São Francisco (Califórnia). A ideia era transformar os resultados de busca populares em conteúdo viral.

No início da partida do dia 8 de julho, antes do quinto gol da Alemanha, os termos mais buscados no Brasil foram “Brasil, mostra sua força”. Depois, a palavra “vergonha” foi para o topo das mais buscadas, com variações como “Brasil que vergonha”, “é uma vergonha ser brasileiro agora.”

Enquanto isso, na Alemanha, as pessoas estavam buscando por “qual o maior placar já atingido em uma vitória da Copa do Mundo?”, que a equipe do Google decidiu transformar na tendência do dia. O processo funciona assim: os editores interpretam os dados analíticos das buscas, os designers criam um layout bonito para destacar o fato, e o conteúdo é então publicado nas redes sociais como Twitter, Facebook e Google+.

Ao ser perguntado pela NPR por que evitou usar a tendência negativa, o produtor do Google Sam Clohesy respondeu: “não queremos esfregar sal nas feridas, e uma história negativa sobre o Brasil não é necessariamente algo que será viral nas redes sociais.”

O especialista em marketing móvel Rakesh Agrawal, ouvido pela publicação, concordou com a companhia. “As pessoas em redes sociais como Twitter e Facebook geralmente tendem a compartilhar pensamentos felizes. Se meu filho tirasse 10 em matemática hoje, é uma coisa que irei compartilhar. Mas se ele tirasse 0, isso é geralmente algo que não se vê nas redes sociais”, disse.

"Durante a Copa do Mundo, compartilhamos mais de 150 cartões informativos em 13 línguas com tendências de buscas que julgamos interessantes e relevantes. Nosso objetivo principal é, acima de tudo, compartilhar aquilo que importa para a maior parte das pessoas num determinado momento. Se desejarem, os usuários sempre podem consultar o google.com/trends para ver os tópicos que estão em alta nas buscas do Google", afirmou a assessoria da empresa no Brasil.

Quais dados o Facebook coleta de você? Conheça o que você concordou em fornecer Quais dados o Facebook coleta de você? Conheça o que você concordou em fornecer

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade