1 evento ao vivo

Google Glass ganha primeiro aplicativo pornô: Tits and Glass

"Peitos e Glass", em tradução livre, permite ver vídeos e fotos feitos por outros usuários dos óculos inteligentes

3 jun 2013
14h48
atualizado às 14h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Google Glass agora tem um aplicativo de conteúdo adulto, o Tits and Glass - em tradução livre, "peitos e Glass". A MiKandi, loja online de apps pornográficos para Android, lançou o aplicativo nesta segunda-feira, para permitir que usuários vejam fotos e vídeos filmados com os óculos inteligentes do Google. As informações são do Mashable.

<p>Cofundadora da MiKandi, Jennifer McEwen</p>
Cofundadora da MiKandi, Jennifer McEwen
Foto: Divulgação

Segundo a cofundadora da empresa, Jennifer McEwen, ao site americano, "diferente de outros dispositivos de filmagem que não exigem o uso das mãos, usar o Glass é fácil e familiar". "Por isso, é possível ignorar a tecnologia que se está usando e se concentrar no momento. O resultado é um olhar autêntico sobre a experiência do usuário", explica.

Quem ainda não tem os óculos - disponíveis apenas para desenvolvedores e usuários selecionados -, pode ter um "gostinho" da experiência no site do aplicativo. É possível, com login do Google+, curtir e comentar as fotos dos que têm os óculos.

<p>tela de notifica&ccedil;&otilde;es do Tits and Glass</p>
tela de notificações do Tits and Glass
Foto: Divulgação

Uma das ideias do Tits and Glass é aproximar a experiência da real entre adultos. "Além dos conteúdos POV (ponto de vista, em tradução livre, ou primeira pessoa), estamos interessados em facilitar a interação entre adultos. Por exemplo, entre casais que namoram à distância, modelos de câmera e fãs, ou estranhos", lista Jennifer.

Para a cofundadora da MiKandi, a indústria pornográfica sempre foi rápida em utilizar novas tecnologias, mas diminuiu o ritmo recentemente. "O velho ditado de que a pornografia faz a tecnologia evoluir infelizmente não é mais verdadeiro", opina.

"Nas últimas décadas, as companhias de conteúdo adulto têm se visto deixadas de fora de mais e mais tecnologias e serviços - os mais recentes sendo os aplicativos para dispositivos móveis", reclama. "Adotar novas tecnologias toma tempo e dinheiro, então não admira que muitas empresas tenham se tornadas avessas ao risco."

Em relação aos óculos inteligentes do Google, Jennifer avalia que as opiniões da indústria adulta se dividiram ao meio, entre os que veem potencial no aparelho - como a MiKandi -, e os que "preferem esperar para ver". "Estamos empolgados com as possibilidades que de apps mais interativos que o Glass tem à medida que tecnologia amadurece", finaliza.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade