publicidade
06 de dezembro de 2012 • 16h12 • atualizado às 16h20

Google Plus ganha comunidades semelhantes às do Orkut

Comunidades do Google+ querem reunir usuários em torno dos seus interesses
Foto: Divulgação
 
Ismael Cardoso

O Google anunciou nesta quinta-feira a chegada da uma ferramenta de comunidades ao Google+ semelhante às do Orkut, primeira investida da gigante da internet em rede sociais e por muitos anos a queridinha dos brasileiros. Segundo o gerente de Marketing do Google+ no Brasil, Valdir Leme, a nova função do da rede não traz nenhum risco à existência do Orkut. "As comunidades são um processo natural da evolução do produto. O Orkut é um produto consolidado e vai continuar por lá", disse ao Terra.

Assim como no Orkut, ó usuário é responsável pela criação e administração das comunidades, que podem ser públicas ou privadas e permitem abrir tópicos de discussão. No Google+, porém, as comunidades ganharam novas funcionalidades, como a possibilidade de iniciar hangouts e realizar bate-papos em vídeo com membros do grupo e a capacidade de compartilhar a comunidade pelo botão "+1".

A função não irá, pelo menos por enquanto, ser integrada à busca do Google. "O Google+ é a espinha dorsal do google, estamos integrando todos os produtos nele, como já temos hangout no Gmail. Com o passar do tempo, pode mostrar (nos resultados de busca), mas claro que se a comunidade for pública", afirmou o gerente. Segundo ele, a funcionalidade já começou a aparecer para os primeiros usuários, e deve estar disponível para todos no Brasil em no máximo 48 horas.

Com o anúncio das comunidades, o Google divulgou também números globais da rede social. Segundo Vic Gundotra, vice-presidente sênior da companhia, o Google+ é a rede social com o crescimento mais rápido da história. "Mais de 500 milhões de pessoas fizeram upgrade, 235 milhões estão ativas no Google (marcando aplicativos do Google Play com +1, participando de hangouts no Gmail, escrevendo comentários nos Mapas...), sendo que 135 milhões apresentam atividade no stream", afirmou em comunicado.

Concorrência com Instagram
Além das comunidades, o Google anunciou hoje a chegada do aplicativo de edição de imagens Snapseed ao Google Play. O Google comprou o Snapseed em setembro. Considerado o melhor aplicativo para iPad no passado, o aplicativo estava disponível somente na App Store.

Com a chegada ao Google Play, as versões para Android, iPhone e iPad se tornam gratuitas. O aplicativo permite ajustes básicos nas imagens, além da adição de filtros e a aplicação de outros efeitos em pontos específicos da foto. "Você pode, por exemplo, iluminar só o rosto ou aprofundar apenas o céu", diz o Google em comunicado.

Terra