1 evento ao vivo

Google proíbe aplicativos de pornografia explícita no Glass

4 jun 2013
09h23
atualizado às 09h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Logo depois que o primeiro aplicativo de conteúdo adulto foi anunciado para o Glass, o Google alterou as normas para desenvolvedores de apps dos óculos inteligentes, e proibiu a exibição de conteúdo sexual explícito. Segundo o Mashable, o primeiro parágrafo da seção de "Políticas de Conteúdo" agora diz que o gigante das buscas "não permite conteúdo para os óculos que contenham nudez, atos sexuais gráficos, ou material sexualmente explícito".

O que se assume é que a mudança tenha sido estimulada pelo lançamento do Tits and Glass, na segunda-feira, que permite que usuários compartilhem vídeos e fotos de sexo feitos com o Google Glass. A MiKandi, desenvolvedora do aplicativo, afirmou que mais de 10 mil usuários visitaram o site do software ontem.

Assim como demais aplicativos para os óculos inteligentes do Google, Tits and Glass exibe na tela notificações de novos conteúdos compartilhados, comentários e curtir recebidos em postagens autorais
Assim como demais aplicativos para os óculos inteligentes do Google, Tits and Glass exibe na tela notificações de novos conteúdos compartilhados, comentários e curtir recebidos em postagens autorais
Foto: Divulgação

Embora não tenha sido notificada pelo Google sobre as alterações nas políticas para desenvolvedores, a companhia afirmou que vai atualizar o app para cumprir as novas normas, e lançará uma versão do aplicativo sem conteúdo sexual explícito. De acordo com um post de segunda-feira à noite no blog da companhia, o Google alterou os termos durante o fim de semana.

"Quando recebemos nosso Glass e começamos a desenvolver o app, há duas semanas, verificamos as políticas com muito cuidado para garantir que estávamos criando o app dentro das normas. Checamos novamente na semana passada, quando colocamos o site no ar e disponibilizamos downloads de teste durante o anúncio (de lançamento)", explica Jesse Adams, CEO da MiKandi, no texto.

"Embora o app ainda esteja no ar e as pessoas o estejam usando, é preciso fazer mudanças, neste momento, para cumprir com as novas normas. Esperem ver mudanças no app amanhã (hoje)", finalizou Adams.

Vídeo mostra como funcionam óculos do Google; veja

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade