2 eventos ao vivo

Hackers dizem que roubaram 28 mil senhas do PayPal, empresa nega

6 nov 2012
09h14

O grupo hacker Anonymous divulgou 28 mil senhas que, segundo o coletivo, são de clientes do serviço de pagamentos PayPall. O anúncio da invasão foi feito pelo Twitter, pela conta @AnonymousPress. Segundo o Huffington Post, a ação comemora o Guy Fawkes Day, rebelde que em 1605 tentou explodir o rei da Inglaterra e o parlamento.

Anonymous teria investido contra empresas de internet para marcar o 5 de novembro
Anonymous teria investido contra empresas de internet para marcar o 5 de novembro
Foto: AFP

Infográfico: Geek, hater, stalker, nerd, troll: conheça os tipos da web
Infográfico: Jogo da memória: conheça hackers famosos e seus feitos
Infográfico: Ciberguerra: conheça os vírus Stuxnet, Flame, Duqu e Gauss

O PayPal, no entanto, negou a informação, também através do Twitter.

Além do PayPal, a empesa de segurança Symantec também teria sido vítima de hackers, e estaria investigando supostos ataques. O site da NBC, diz o Huffington Post, foi modificado para exibir a frase "Lembrando o cinco de novembro...".

Na véspera desses ataques, o grupo de hackers advertiu os usuários de Facebook - que hoje são mais de 1 bilhão - que guardassem seus dados pessoais já que esse seria "o último final de semana" da popular rede social. Por meio de um comunicado, o Anonymous indicou que em 5 de novembro as páginas do Facebook e da Zynga, empresa por trás de jogos sociais como FarmVille, seriam bloqueadas. O Facebook, porque "está vendendo nossas informações ao governo". A Zynga, em represália pelas recentes demissões em massa e eventual fechamento de escritórios no Japão e Reino Unido.

"Lembra, lembra, o 5 de novembro, o complô da pólvora e a confabulação. Não existe motivo para esquecer a pólvora e a traição". A frase, imortalizada por Alan Moore na história V de vingança, que serviu de inspiração para o Anonymous e suas máscaras de Guy Fawkes, já é um clássico a cada 5 de novembro.

Fonte: Terra
publicidade