Hackers tiram site do governo sueco do ar

9 dez 2010
09h14 atualizado em 15/12/2010 às 15h54
09h14 atualizado em 15/12/2010 às 15h54
Publicidade

Hackers provocaram o fechamento durante várias horas do site do governo da Suécia, em uma ação de apoio ao WikiLeaks e a seu fundador, Julian Assange, detido em Londres a pedido das autoridades suecas.

Julian Assange vira o rosto ao chegar de carro no tribunal para depor após ter sido preso, em Londres
Julian Assange vira o rosto ao chegar de carro no tribunal para depor após ter sido preso, em Londres
Foto: AP

Segundo o jornal Aftonbladet, o portal oficial (http://www.regeringen.se) ficou fora do ar durante várias horas da noite de quarta-feira à madrugada de quinta-feira. Pela manhã, o portal funcionava normalmente.

O porta-voz do governo, Mariu Ternbo, declarou que Estocolmo não comenta questões de segurança e se negou a confirmar o ciberataque. Os hackers atacaram vários sites desde a detenção de Assange na terça-feira, por denúncias de estupro na Suécia. Entre os alvos estão as empresas que cortaram os serviços financeiros do WikiLeaks.

O site criado por Assange divulga há vários dias, por meio de grandes jornais de todo o mundo, milhares de telegramas diplomáticos confidenciais dos Estados Unidos.



AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade