2 eventos ao vivo

Instagram levou apenas um ano e meio para valer US$ 1 bilhão

10 abr 2012
07h37

Levou apenas um ano e meio para que uma dupla de desenvolvedores visse seu aplicativo de compartilhamento de imagens sair do zero e valer US$ 1 bilhão. Foi o que aconteceu com Kevin Systrom e Mike Krieger, responsáveis pela fundação do Instagram, que foi comprado na segunda-feira pelo Facebook, a maior rede social do mundo com mais de 800 milhões de usuários.

Facebook anunciou compra do Instagram por US$ 1 bilhão em na segunda-feira
Facebook anunciou compra do Instagram por US$ 1 bilhão em na segunda-feira
Foto: Getty Images

Os números do Instagram impressionam: com pouco mais de uma dúzia de funcionários, no começo de março deste ano o aplicativo já contava com 27 milhões de usuários. Um número bastante elevado para um programa que, até então, só estava disponível para os aparelhos com iOS da Apple. Com a chegada ao Android, na semana passada, o Instagram teve mais de 1 milhão de downloads em menos de 24 horas. A venda para o Facebook, por um valor recorde, aconteceu menos de uma semana depois.

Se comparado com outras start-ups compradas por grandes empresas de tecnologia, o Instagram mostra um recorde de valorização. O Flickr foi comprado pelo Yahoo! em 2005 por US$ 30 milhões, enquanto o Google adquiriu o Picasa em 2004 por apenas US$ 5 milhões, segundo levantamento feito pelo Business Insider. A companhia que mais se aproximou do Instagram foi a Photobucket, comprada por US$ 300 milhões em 2007 pela News Corp.

Não foi por acaso que a companhia chegou a um valor tão elevado. Desde sua chegada, tanto o número de usuários quanto de fotos postadas no serviço vêm crescendo exponencialmente. Criado em outubro de 2010, o aplicativo alcançou o seu primeiro milhão de usuários em apenas três meses, e seis semanas depois já tinha seu segundo milhão de usuários garantidos.

Os 5 milhões de downloads chegaram em junho do ano passado, uma média de 625 mil novos usuários por mês. A marca de 200 milhões de fotos foi atingida em agosto de 2011, quando em somente 30 dias 50 milhões de imagens foram enviadas para o Instagram. Menos de um ano depois, em abril de 2012, esse número cresceu para 150 milhões de novas imagens por mês: 5 milhões de fotos postadas todos os dias.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade