Internet

publicidade
29 de março de 2012 • 15h54 • atualizado às 15h59

Jovem ganha US$ 1 mil por dia com spam no Pinterest

Usuário "pendura" fotos de produtos da Amazon e ganha porcentagem quando alguém compra um dos itens
Foto: Reprodução
 

Um usuário anônimo do Pinterest está ganhando cerca de US$ 1 mil por dia com spam no Pinterest, rede social de murais de fotos. Aos 24 anos, "Steve" (como se identifica) tem uma rede de computadores-robôs (bots) que "penduram" fotos de produtos da Amazon. Quando alguém compra alguma das botas, dos casacos ou dos vestidos, o spammer ganha um percentual sobre o valor, segundo o The Daily Dot.

Os mesmos bots dão "Like" - equivalente ao curtir do Facebook - para que as imagens apareçam entre as mais interessantes do site e sejam vistas mesmo pelos que não seguem as contas-robôs. O esquema, que teria começado em 20 de fevereiro, gera lucro quando o usuário clica na foto do produto e faz a compra no site da Amazon, já que o link usado para a transação é de uma conta afiliada, uma espécie de "revendedor" da gigante de varejo.

"Steve" deu uma entrevista ao The Daily Dot, na terça-feira, afirmando ser dono da conta afiliada final-fantas07 e enviando um print de tela com detalhes de registro. Segundo ele, o Pinterest não é o primeiro alvo do spammer. Segundo ele, Facebook e Twitter já tiveram seus dias de ouro também. "Se você já ouviu falar naqueles apps de Facebook que pareciam spam, eu era um dos que faziam aquilo", afirma. Mas a rede social de fotos seria "de LONGE (sic) a mais fácil de fazer spam hoje. Talvez a mais fácil de fazer spam desde sempre", diz.

A ideia de ganhar dinheiro com o Pinterest teria surgido quando a rede social teve problemas por tentar, ela mesma, ganhar dinheiro com vendas originadas por fotos de produtos, com um mecanismo chamado Skimlinks. "Quando qualquer coisa era pendurada que tinha algum tipo de link afiliado, Skimlinks trocava o código pelo deles (Pinterest)", explica o jovem. Quando a rede social abandonou a prática, por causa das críticas na imprensa, "Steve" diz ter visto uma oportunidade. "Quase não dá trabalho para começar e não envolve capital inicial", descreve, sobre seu trabalho.

Ele diz que chegou a ganhar US$ 1,9 mil em um único dia, e que espera que nas próximas semanas a média de lucro suba para US$ 2 mil ou US$ 2,5 mil. "Não há garantias nesse negócio e ele poderia se desmoronar em breve. Não é uma questão de 'se' e sim de 'quando' isso vai acontecer", diz. "Steve" não teme que deletem suas contas, diz que tem "uma pilha" de outras esperando para serem usadas e garante que o Pinterest "NÃO (sic) é só para quem tem convite. Isso é uma jogada de marketing para atrair o interesse das pessoas".

Na quarta-feira, "Steve" escreveu novamente ao The Daily Dot afirmando que, na realidade, não é o spammer dono da conta final-fantas07, e que falsificou o screenshot enviado como "confirmação" de identidade. Apesar da controvérsia sobre o momento da mentira - se ao dizer que mentiu ser o dono da conta, ou se ao dizer que era o dono da conta, como alega -, ele ajudou a dar detalhes sobre o funcionamento do esquema, e a encontrar uma solução. Segundo o Black Hat World, que oferecia um programa de spam para Pinterest, a rede social já mudou seu algoritmo para dificultar a ação dos spammers.

Terra