2 eventos ao vivo

Juiz decide por extradição de inglês acusado de pirataria aos EUA

14 jan 2012
11h14
atualizado às 15h23

O juiz distrital Quentin Purdy decidiu que a extradição do estudante inglês acusado de pirataria para os Estados Unidos pode continuar. Richard O'Dwyer, 23 anos, mantinha o site TV Shack, que permitia acessar filmes e programas de televisão ilegalmente, e é acusado de ter lucrado 150 mil libras (cerca de R$ 410 mil) com anúncios na página.

O juiz decidiu manter o réu preso. A mãe do estudante, Julia O'Dwyer, garante que a família vai apelar da decisão. "Richard não vai ser julgado lá, não importa o que aconteça", afirmou ao jornal britânico The Sun.

As autoridades americanas rastrearam o site e chegaram até o jovem, preso pela polícia britânica em novembro de 2010, ocasião em que teve dois computadores apreendidos. O advogado de defesa do estudante argumentou na Corte de Magistrados de Westminster que enviar um "estudante talentoso" como O'Dwyer para fora do país para ser julgado, seria desrespeitar os direitos humanos do acusado.

Fonte: Terra
publicidade