PUBLICIDADE

Pesquisa: 77% dos parlamentares ignoram e-mails de eleitores

28 nov 2011 14h45
| atualizado às 14h47
Publicidade
Wikerson Landim

Uma pesquisa realizada pela agência digital Medialogue aponta que a maioria dos congressistas brasileiros ignora os eleitores quando o assunto é contato via internet. Para chegar a essa conclusão, a agência enviou um e-mail para cada um dos deputados e senadores brasileiros, pedindo informações sobre o trabalho deles na internet.

Dos 81 senadores, apenas 11 responderam às perguntas, o que representa 14% do total. Já entre os 513 deputados federais, somente 124 retornaram a mensagem com as informações solicitadas. No total, 77% dos deputados e senadores ignoraram os e-mails.

Entre os 135 parlamentares que responderam, 63 deram retorno no mesmo dia, 53 responderam em até uma semana e 19 demoraram mais de sete dias. Outra constatação da agência foi a falta de interatividade dos políticos com os seus eleitores.

Dos 459 deputados e senadores que possuem site próprio, apenas 152 permitem a publicação de comentários. Já com relação aos gastos com a verba de gabinete, 83% deles não fazem menção alguma sobre o assunto em suas páginas oficiais.

Baseado em outros cinco quesitos (presença, influência, interatividade, multimídia e audiência), a Medialogue também elaborou um ranking com os políticos mais ativos no mundo virtual. Os deputados federais melhores classificados são ACM Neto (DEM-BA), Dr. Rosinha (PT-PR), Fernando Francischini (PSDB-PR), Geraldo Resende (PMDB-MG), Glauber Braga (PSB-RJ), João Paulo Cunha (PT-SP), Paulo Pimenta (PT-SP) e Zeca Dirceu (PT-PR). Já entre os senadores, foram citados Cristovam Buarque (PDT-DF), Humberto Costa (PT-PE), Inácio Arruda (PCdoB-CE) e Paulo Paim (PT-RS).

Fonte: TecMundo
Publicidade