publicidade
27 de março de 2012 • 14h58

Pinterest muda termos para impedir conteúdo sobre anorexia

Rede social popular, Pinterest quer inibir conteúdo sobre anorexia
Foto: Reprodução
 

A rede social Pinterest atualizou os termos de serviços do site para impedir que usuários promovam o que a empresa chama de "automutilação": conteúdo que incentive a anorexia.

Segundo o site de tecnologia Mashable, a mudança visa proibir conteúdo que "cria um risco de dano, perda, dano físico ou mental, sofrimento emocional, morte, invalidez, mutilação ou doença física ou mental de si mesmo, para qualquer outra pessoa ou a qualquer animal".

O novo termo do site, que permite criar murais virtuais com imagens da internet e classificá-las por grupos de interesse, ainda proíbe "conteúdos considerados racial ou etnicamente ofensivos".

As mudanças buscam atingir perfis que agregam conteúdo que incentiva a anorexia, embora uma busca pela palavra thinspo, expressão usada para determinar uma pessoa muito magra, ainda traga imagens de mulheres anoréxicas, O Tumblr também já havia anunciado medidas para inibir esse tipo de conteúdo em fevereiro.

Terra