1 evento ao vivo

Privacidade: usuários do Facebook têm cinco dias para votar

5 dez 2012
15h15

Usuários do Facebook têm até o dia 10 de dezembro para votar em uma nova declaração de uso de dados e privacidade da rede. Apesar de ter informado inicialmente que não haveria votação sobre as mudanças em suas políticas, como uma forma de favorecer a discussão, a rede social voltou atrás e permitiu a participação dos internautas por meio do voto. Ainda assim, uma das propostas é remover o componente de votação do processo em favor de um sistema que conduza a comentários e engajamentos mais significativos.

Facebook incentiva participação dos usuários nas mudanças propostas em sua política de privacidade
Facebook incentiva participação dos usuários nas mudanças propostas em sua política de privacidade
Foto: Reprodução

Infográfico: Veja mudanças na privacidade padrão do Facebook desde 2004

Entre as alterações sugeridas, estão ainda a permissão de compartilhar informações dos perfis com empresas afiliadas, incluindo o Instagram, adquirido pelo Facebook em abril; a criação de novos filtros para administrar as mensagens recebidas pelos usuários; e a definição de quem pode ver o quê nas timelines.

Para que os resultados tenham pleno efeito, será necessária a participação de pelo menos 30% da população ativa do Facebook - uma tarefa nada fácil para um site que conta com mais de 1 bilhão de usuários. Até o início da tarde desta quarta-feira, cerca de 137 mil membros haviam votado a favor da manutenção dos documentos atuais, enquanto por volta de 13 mil optaram pelas mudanças propostas. No ano passado, 342,632 pessoas votaram nas alterações - o que correspondia apenas a 0.038% do total de usuários à época.

A participação menor do que a exigido permite à empresa escolher o caminho que preferir, podendo apenas "consultar" a opinião dos usuários, conforme informou o executivo Elliot Schrage em um comunicado. A proposta está disponível em português e pode ser acessada através deste link.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade