PUBLICIDADE

Ricos dizem que tecnologia deixa vida mais estressante

23 mai 2011 13h22
| atualizado às 14h13
Publicidade

Apesar do aumento cada vez maior do uso de dispositivos, os ricos têm reclamado do stress provocado pelas novas tecnologias. É o que aponta um estudo do instituto Ipsos Mendelsohn, publicado pelo Huffington Post, e apresentando pela agência publicitária AdAge. A pesquisa foi realizada com residentes de domicílios com renda superior a US$ 100 mil por ano nos Estados Unidos.

Menos da metade dos entrevistados disse que vida ficou mais fácil ou divertida
Menos da metade dos entrevistados disse que vida ficou mais fácil ou divertida
Foto: Getty Images

Segundo a pesquisa, os entrevistados gastaram 25 horas por semana na internet e uma média de 3,5 horas assistindo televisão. Aproximadamente 25% tem smartphones e 23% possuem leitores digitais. Apesar de apenas 15% possuírem tablets, outros 15% planejam comprar um aparelho do tipo no próximo ano.

Quando questionados como suas vidas mudaram nos últimos dez anos, a frase mais dita dita foi: "inspirada com tecnologia". Outras reações mais populares na pesquisa foram de que a vida ficou "mais complicada", "mais estressante" e de que se busca o tempo inteiro "concentração em fazer mais com menos". Menos da metade disse que a vida ficou mais divertida ou mais fácil.

"Enquanto as pessoas adquirem mais dispositivos tecnológicos para simplificar as vidas, elas ficam com a vida mais complicada. Ao menos no curto prazo, as duas tendências devem continuar", resumiu a AdAge, que revelou os dados da pesquisa.

Fonte: Terra
Publicidade