Internet

publicidade
10 de setembro de 2012 • 10h53 • atualizado às 10h57

Talibãs fingem ser mulher bonita para chegar a soldados no Facebook

Soldados talibãs estão usando redes sociais para se aproximar dos inimigos sem levantar suspeitas
Foto: Franco Bouly/Flickr.com / Divulgação
 

O movimento Talibã está fazendo soldados se passarem por "mulheres bonitas" no Facebook para aproximar-se de combatentes estrangeiros e tentar obter informações confidenciais das tropas através do site de relacionamentos, informa o jornal australiano Daily Telegraph.

Alertas foram enviadas para pelotões australianos depois de um levantamento realizado pelo governo. No documento, sites com recursos de dados geolocalizados, que dão as coordenadas de onde as informações foram publicadas, são indicados como especialmente perigosos.

No caso de sites de relacionamento, o perigo reside na confiança que os soldados têm nas configurações de privacidade. Inclusive mensagens de familiares foram tidas como perigosas.

Além disso, grande parte dos soldados não reconheceria perfis falsos publicados no site, indica o relatório divulgado pelo jornal australiano.

De acordo com o Daily Telegraph, três militares australianos morreram no mês passado dentro da sua base, assassinados por um soldado afegão em treinamento. O site não esclarece se o incidente está relacionado a informações obtidas pelo Facebook.

Terra Terra