0

WikiLeaks: em apoio, fotos em redes sociais devem ficar pretas

17 dez 2010
18h21
atualizado às 19h18

Ativistas a favor do WikiLeaks estão promovendo um novo protesto neste sábado, o "Operation: Black Face". Também chamado de "faceoff", este protesto é mais simples e menos anônimo que os anteriores, e envolve somente alterar as fotos do Twitter, Facebook, Orkut e outras redes sociais para uma imagem preta, como símbolo de apoio ao site.

O objetivo da ação certamente não é causar prejuízos a uma empresa, mas mostrar aos governos o apoio da população ao site, diz a página que descreve a ação (opfaceoff.blogspot.com/). O texto diz que o protesto deve evidenciar o apoio ao WikiLeaks da "maioria silenciosa", ironicamente uma expressão cunhada por Richard Nixon para subestimar o valor dos protestos contra a Guerra do Vietnã.

A promoção do protesto é novamente atribuída ao Anônimos, denominação dada a ativistas internautas que não se identificam e nem têm uma hierarquia clara.

As imagens do perfil - ou avatares, como também são chamadas - devem ser alteradas a partir da 0h deste sábado (meia-noite de sexta para sábado). Mais detalhes podem ser encontrados no Twitter @Op_faceoff e no Facebook (http://j.mp/f124XS).



Geek

compartilhe

publicidade
publicidade