0

John McAfee oferece US$ 25 mil para quem provar sua inocência

20 nov 2012
15h27
atualizado às 15h30

O programador e fundador da fabricante de antivírus McAfee, John McAfee, está oferecendo uma recompensa de US$ 25 mil para quem conseguir capturar o(s) responsável(is) pelo assassinato de seu vizinho Gregory Faull em Belize. O anúncio, feito à rede de televisão americana NBC Television, foi também relatado no blog mantido por ele enquanto foge das autoridades locais.

Fundador da empresa de segurança digital que leva seu nome, McAfee oferece recompensa por captura
Fundador da empresa de segurança digital que leva seu nome, McAfee oferece recompensa por captura
Foto: Reuters

O empresário informou também que já escreveu conteúdo suficiente para manter seu site atualizado durante pelo menos um ano, no caso de ser capturado pelas autoridades. Em um de seus últimos posts, McAfee afirma que está encorajando as pessoas a apoiar sua causa porque busca justiça. Ele diz ser perseguido pelo governo do pequeno país da América Central e relata seus disfarces e seus dias como fugitivo da polícia.

"Eu me senti impotente, especialmente devido ao fato de que muitos de nossos amigos e trabalhadores estavam sendo presos. Percebi que, a não ser que soubesse, momento a momento, o que estava acontecendo, minhas chances de sair disso intacto, emocional e fisicamente, eram pequenas. Eu precisava estar perto da área onde ocorreram os fatos e precisava ver, e ouvir, as ações das autoridades. Também precisava fazer a minha própria investigação, já que a polícia só parecia interessada em investigar meu paradeiro", relatou McAfee no blog.

O empresário é o principal suspeito de assassinar o expatriado americano Gregory Faull, seu vizinho, que morreu após levar um tiro na cabeça no dia 10 de novembro. Moradores da área não identificados afirmaram que Faull e McAfee tiveram divergências nos últimos meses, a última delas por causa dos mais de 10 cachorros que o milionário tem na residência. Os vizinhos também afirmaram que McAfee tinha um comportamento cada vez mais imprevisível e que permanecia afastado da comunidade de expatriados em Belize.

McAfee vendeu a empresa que fundou em 2010 por US$ 7,68 bilhões para a Intel e não tem mais participação na companhia. Ele criou a fabricante de antivírus em 1980. Em abril deste ano, ele teve sua casa em Belize invadida por policiais, que encontraram um laboratório de química, US$ 20 mil e um estoque de armas de fogo.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade