0

Apple demite gerente responsável por serviço de mapas, diz site

27 nov 2012
16h42
atualizado às 16h49

A Apple demitiu o gerente responsável por seu criticado serviço de mapas, Richard Williamson, informou o site Bloomberg nesta terça-feira, citando fontes próximas ao assunto. O executivo, que supervisionou a criação do Apple Maps, é a segunda pessoa a deixar a companhia por causa do Apple Maps. A primeira foi Scott Forstall, o chefe de softwares do iOS, que teria sido demitido por se negar a assinar um pedido de desculpas pelo problema no serviço.

A Apple deixou de usar os serviços de mapas do Google para lançar seu próprio Maps
A Apple deixou de usar os serviços de mapas do Google para lançar seu próprio Maps
Foto: Flickr/Kim Gunnarson / Reprodução

Segundo a Bloomberg, Williamson foi demitido pelo vice-presidente Eddy Cue, que assumiu o cargo no mês passado após a saída de Forstall. Ele está buscando soluções de fora da empresa para corrigir os problemas na tecnologia de mapeamento e procura uma nova liderança para a equipe, diz o site.

A demissão do ex-vice-presidente de Software iOS da Apple Scott Forstall no fim de outubro foi motivada pela recusa do executivo em assinar uma carta se desculpando com os consumidores pelos problemas com o serviço de mapas da companhia. Segundo o The Wall Street Journal, Forstall queria que a empresa resolvesse o problema com mapas sem pedir desculpas.

O pedido de desculpas foi enviado em 28 de setembro, mas assinado apenas pelo CEO da companhia, Tim Cook, que afirmou que a Apple sempre se esforçou por fazer produtos de classe mundial e, com o lançamento dos mapas, ficou abaixo desse compromisso.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade