3 eventos ao vivo

Foi a Apple que copiou patentes, diz testemunha da Samsung

14 ago 2012
17h15
atualizado às 18h02

Um especialista convocado à corte pela Samsung afirmou nesta terça-feira que o iPhone e o iPad, produzidos pela Apple, violam três patentes controladas pela Samsung, marcando uma virada ofensiva para a fabricante de eletrônicos na terceira semana de um julgamento de alto risco.

Especialista convocado pela marca sul-coreana contestou comparativos apresentados pela Apple no julgamento sobre violação de patentes
Especialista convocado pela marca sul-coreana contestou comparativos apresentados pela Apple no julgamento sobre violação de patentes
Foto: Reuters

Infográfico: Apple e Samsung se enfrentam no tribunal por patentes; entenda

O professor de engenharia elétrica de Harvard Dr. Woodward Yang disse que os produtos da Apple fazem uso de características patenteadas pela Samsung para aparelhos celulares, incluindo o processo responsável por enviar fotos por e-mails. Ele foi uma das primeiras testemunhas da Samsung, após um desfile de especialistas da Apple afirmar que celulares e tablets da Samsung violam as patentes da Apple.

A Apple e a Samsung competem numa disputa de patentes, num movimento que espelha a batalha pela supremacia no mercado entre as duas rivais, que controlam mais de metade das vendas de smartphones no mundo.

A companhia norte-americana acusa a Samsung de copiar o design e algumas características de seus iPad e iPhone, e está exigindo uma proibição de vendas e uma compensação monetária. A empresa coreana, que está tentando expandir-se em direção aos Estados Unidos, diz que a Apple violou várias patentes, incluindo algumas de sua importante tecnologia wireless.

A Apple concluiu a apresentação das evidências relativas a suas próprias patentes nesta semana, e a Samsung começou a convocar testemunhas. Nesta terça-feira, Yang disse que as patentes da Samsung foram registradas antes da introdução do iPhone em 2007.

O julgamento Apple x Samsung
Um júri formado por 10 pessoas irá decidir se alguma das empresas quebrou alguma patente da concorrente no desenvolvimento de seus produtos. O julgamento do caso no tribunal de San José, na California, é o primeiro de uma série de processos que as empresas movem contra a outra em 10 países.

A Apple pede na Justiça uma reparação de mais de US$ 2,5 bilhões, alegando que a Samsung se tornou líder no mercado de smartphones copiando o design, as funcionalidades e a aparência geral dos seus produtos. A companhia americana tenta provar ao júri que a sul-coreana quebrou nove de suas patentes no desenvolvimento de mais de 20 produtos, entre eles o smartphone Galaxy S II e o tablet Galaxy Tab 10.1.

Já a Samsung diz que a Apple está tentando reprimir a competição com o bloqueio da venda de seus produtos, diminuindo a escolha dos consumidores para "manter seus lucros historicamente exorbitantes". A sul-coreana alega que a Apple quebrou duas patentes essenciais para transmissão de dados 3G e outras três sobre funcionalidades dos aparelhos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade