0

Gastos globais com TI crescerão 3,1% em 2014, dizem analistas

6 jan 2014
12h26
atualizado às 13h19
  • separator
  • comentários

Os gastos com Tecnologia da Informação (TI) em todo o mundo deverão crescer 3,1% este ano, a US$ 3,8 trilhão, depois de um 2013 estável, e serão impulsionados por empresas que começam a aproveitar a "big data" de smartphones e outros dispositivos, disseram analistas da Gartner nesta segunda-feira.

Membro da imprensa filma a sala que tem o IBM Blue Gene Q Supercomputer no dia do lançamento do HBP na EPFL em Ecublens. Os gastos com Tecnologia da Informação (TI) em todo o mundo deverão crescer 3,1 por cento este ano, a 3,8 trilhão de dólares, depois de um 2013 estável, e serão impulsionados por empresas que começam a aproveitar a "big data" de smartphones e outros dispositivos, disseram analistas da Gartner nesta segunda-feira. 07/10/2013
Membro da imprensa filma a sala que tem o IBM Blue Gene Q Supercomputer no dia do lançamento do HBP na EPFL em Ecublens. Os gastos com Tecnologia da Informação (TI) em todo o mundo deverão crescer 3,1 por cento este ano, a 3,8 trilhão de dólares, depois de um 2013 estável, e serão impulsionados por empresas que começam a aproveitar a "big data" de smartphones e outros dispositivos, disseram analistas da Gartner nesta segunda-feira. 07/10/2013
Foto: Denis Balibouse / Reuters

"Big data" é a capacidade de processar e analisar a massa de dados coletados pelas empresas, como operadoras de telefonia móvel, varejistas e companhias aéreas, para fornecer informações que lhes dão vantagens sobre rivais.

O setor de software para empresas será o mais dinâmico em 2014, disse a Gartner, com o conjunto de gastos globais subindo 6,8%, para US$ 320 bilhões.

"O investimento é proveniente de exploração de análise para tornar os processos B2C (sigla em inglês para business to consumer, ou 'negócio para o consumidor', na tradução literal) mais eficientes e melhorar os esforços de marketing para clientes", disse Richard Gordon, vice-presidente executivo da Gartner, em um comunicado.

Os gastos com dispositivos, incluindo computadores pessoais, celulares e tablets, crescerão 4,3 por cento em 2014, informou a Gartner, depois de uma contração de 1,2% em 2013.

No entanto, o grupo de pesquisa rebaixou sua previsão de crescimento em serviços de telecomunicações, que respondem por mais de 40% do total das despesas de TI, para 1,2% ante estimativa anterior de 1,9%, diante de fatores como declínio de taxas de voz na China.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade