publicidade
31 de maio de 2012 • 10h29 • atualizado às 10h32

Investidores se preocupam com "sumiço" de Mark Zuckerberg

Enquanto o Facebook passa por situação crítica, dias depois da IPO, Zuckerberg viaja em lua-de-mel pela Europa
Foto: Huffington Post / Reprodução
 

Muitos analistas concordam que as primeiras semanas do Facebook na Bolsa tem sido um desastre. De acordo com o site Business Insider, os papéis tiveram desvalorização de 25% desde o início da oferta (IPO, na sigal em inglês), um impressionante declínio, e a empresa recebe críticas de todos os lados. E enquanto isso acontece, o fundador e CEO da companhia, Mark Zuckerberg está viajando em lua-de-mel na Europa e ainda não se manifestou publicamente sobre o assunto.

Rob Cox, editor da Reuters Breakingviews para as Américas, acredita que Zuckerberg precisa tomar a frente da situação. Na opinião de Cox, o CEO do Facebook desempenhou um papel muito pequeno na IPO, e que necessita agora assumir total responsabilidade pelo que aconteceu e deixar claro, para acionistas, funcionários e usuários do Facebook, que ele está no comando.

Por outro lado, o líder da maior rede social do mundo deve sentir na pele a mesma "dor" que seus investidores. O site BI questiona a atitude omissa de Zuckerbeg no momento, e se ele poderia ter deixado alguns aspectos pouco esclarecidos em sua "carta aos potenciais acionistas", como um foco em longo-prazo, por exemplo.

Completando este quadro, na última quarta-feira Zuckerberg saiu da lista dos 40 maiores bilionários, medida pelo Bloomberg Billionaires Index em um ranking atualizado diariamente. Desde a IPO, o fundador do Facebook perdeu mais de US$ 4 bilhões de sua fortuna.

Terra