0

NYT: IPO de US$ 5 bi Facebook é esperado, mas pode atrasar

1 fev 2012
09h03
atualizado às 14h50
  • separator

O Facebook planeja registrar seu pedido de oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) para levantar cerca de US$ 5 bilhões na bolsa, segundo os documentos de entrada em Wall Street que o site se prepara para apresentar, afirmou na terça-feira o New York Times. Os documentos poderão ser entregues a partir de quarta-feira, como estava previsto, informou o jornal, mas não se exclui a possibilidade de um atraso. O IPO, estima-se, lhe daria um valor entre US$ 75 mil e US$ 100 bilhões.

IPO do Facebook é esperado há mais de um ano no mercado financeiro
IPO do Facebook é esperado há mais de um ano no mercado financeiro
Foto: AFP

A rede social selecionou Morgan Stanley e outros quatro bancos para lidar com o IPO. Os outros bancos envolvidos são Goldman Sachs, Bank of America Merrill Lynch, Barclays Capital e JP Morgan, segundo o International Financing Review (IFR). Entre essas entidades, o Morgan Stanley já participou do processo de entrada na bolsa de outras populares empresas da internet, como o portal de descontos Groupon e a companhia de jogos para redes sociais Zynga.

O valor de US$ 5 bilhões é apenas uma meta preliminar e pode ser elevada nos próximos meses caso haja demanda de investidores, afirmou o IFR. A operação poderá ser maior que a própria estreia do Google, que fez um IPO de 2 bilhões de dólares ou similar aos US$ 5,9 milhões que a empresa Infineon Technologies arrecadou em 2000.

A cotação em bolsa do Facebook, a maior rede social da internet, com 800 milhões de usuários ativos, é o acontecimento mais esperado do ano pelos mercados de ações. O objetivo de conseguir US$ 5 bilhões pela venda de ações é puramente teórico, suscetível de modificação para cima ou para baixo, afirmou o jornal nova-iorquino, confirmando informações do site International Financing Review.

Entre essas entidades, o Morgan Stanley já participou do processo de entrada na bolsa de outras populares empresas da internet, como o portal de descontos "Groupon" e a companhia de jogos para redes sociais "Zynga", segundo o site de notícias econômicas "IFR".

Essa mesma página aponta que o preço final da operação do Facebook, que tem mais de 800 milhões de usuários no mundo todo, não será fixado antes de alguns meses, já que poderia aumentar em função da demanda dos investidores.

Segundo o IFR, "o tamanho menor da OPV reflete a decisão de iniciar com uma base conservadora antes de começar a aumentá-la", e acrescenta que o processo deve ser finalizado em maio. Por sua vez, o Wall Street Journal aponta que, segundo fontes ligadas à operação, o Facebook "não anunciará imediatamente se escolheu a Bolsa de Nova York ou o índice tecnológico Nasdaq para cotar".

Representantes do Facebook não quiseram comentar o assunto.

Com informações de agências internacionais.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Fonte: Terra
publicidade