1 evento ao vivo

"Samsung desenvolve próprias inovações", diz advogado

31 jul 2012
21h20
atualizado em 1/8/2012 às 09h30

Depois que o advogado da Apple fez suas considerações iniciais no julgamento de quebra de patente que a companhia move contra a Samsung em um tribunal dos EUA, o representante da companhia sul-coreana afirmou que a empresa já estava indo na direção do design do iPhone antes do produto ser lançado, em 2007. "A Samsung é uma grande empresa de tecnologia que desenvolve as suas próprias inovações", disse o advogado Charles Verhoeven aos nove jurados, destacando que a Samsung é uma empresa que concorre no mercado, e não uma empresa que copia. As informações são do site The Verge.

Apple e Samsung se enfrentam em julgamento realizado desde segunda-feira no tribunal de San José, na Califórnia
Apple e Samsung se enfrentam em julgamento realizado desde segunda-feira no tribunal de San José, na Califórnia
Foto: Getty Images

Infográfico: Apple e Samsung se enfrentam no tribunal por patentes; entenda

Os depoimentos na corte de San José, na California, começaram nesta terça-feira, em um processo entre as duas maiores fabricantes de eletrônicos do mundo. A Apple pede mais de US$ 2,5 bilhões em reparação de danos por quebra de patentes pela Samsung. A Apple afirmou que a prática permitiu à Samsung superá-la como maior produtora de smartphones do mundo e a obter "bilhões de dólares em lucros" enquanto causou à Apple perdas de US$ 500 milhões em lucros.

Nas considerações iniciais do julgamento, o advogado da Samsung mostrou vários exemplos de dispositivos minimalistas e elegantes que foram projetados pela companhia antes da chegada do iPhone ao mercado. O advogado, que quer convencer o júri que a empresa não copiou a Apple, mostrou um e-mail enviado pelo chefe de design da empresa americana, Jony Ive, em que ele discute um aparelho da Apple inspirado em um dispositivo da Sony.

O advogado mostrou também que as patentes que a Apple afirma terem sido quebradas pela Samsung em seus produtos já haviam sido usadas anteriormente por outras empresas.

O julgamento Apple x Samsung
Um júri formado por 10 pessoas irá decidir se alguma das empresas quebrou alguma patente da concorrente no desenvolvimento de seus produtos. O julgamento do caso no tribunal de San José, na California, é o primeiro de uma série de processos que as empresas movem contra a outra em 10 países.

A Apple pede na Justiça uma reparação de mais de US$ 2,5 bilhões, alegando que a Samsung se tornou líder no mercado de smartphones copiando o design, as funcionalidades e a aparência geral dos seus produtos. A companhia americana tenta provar ao júri que a sul-coreana quebrou nove de suas patentes no desenvolvimento de mais de 20 produtos, entre eles o smartphone Galaxy S II e o tablet Galaxy Tab 10.1.

Já a Samsung diz que a Apple está tentando reprimir a competição com o bloqueio da venda de seus produtos, diminuindo a escolha dos consumidores para "manter seus lucros historicamente exorbitantes". A sul-coreana alega que a Apple quebrou duas patentes essenciais para transmissão de dados 3G e outras três sobre funcionalidades dos aparelhos.

Fonte: Terra
publicidade