Negócios e TI

publicidade
26 de julho de 2012 • 17h17 • atualizado às 18h07

Receita do Facebook cresce, mas prejuízos chegam a US$ 157 mi

Facebook fez sua 1ª divulgação de resultado trimestral como companhia aberta
Foto: AFP
 

A receita do Facebook cresceu 32% no segundo trimestre, chegando a US$ 1,18 bilhão, resultado acima do esperado desde que se tornou uma empresa pública. Porém, a companhia teve prejuízo líquido de US$ 157 milhões no trimestre finalizado em 30 de junho. O número de usuários da rede social alcançou 955 milhões

De acordo com a primeira divulgação de resultados desde que abriu capital, o Facebook teve prejuízo líquido de US$ 0,08 por ação, no segundo trimestre, decorrente de custosas compensações acionárias relacionadas à oferta pública inicial (IPO, em inglês), revertendo lucro de US$ 240 milhões, ou US$ 0,11 por ação, um ano antes.

Excluindo as compensações, o Facebook teve ganho de US$ 0,12 por ação. Segundo o balanço, o Facebook tinha 955 milhões de usuários mensais ativos em junho, acima dos 901 milhões no final de março.

A empresa, fundada por Mark Zuckerberg há oito anos em seu dormitório em Harvard, tornou-se a primeira companhia norte-americana a ter o IPO avaliado em mais de US$ 100 bilhões, em 18 de maio.

A ação do Facebook acumulou perdas de quase 30% em relação ao preço da oferta inicial, de US$ 38, em meio a preocupações de investidores com a capacidade da empresa transformar em receita advinda de anúncios sua crescente presença em celulares e com seu potencial de lucratividade a longo prazo.

Com informações da Reuters.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.