publicidade
19 de janeiro de 2012 • 11h17

Sony Ericsson surpreende com prejuízo no 4º trimestre

Sony Ericsson vira Sony em 2012 e focará em smartphones
Foto: AFP
 

A Sony Ericsson divulgou nesta quinta-feira um prejuízo inesperado para o quarto trimestre, pressionada por forte competição, desaceleração global e custos com reestruturação. A companhia, que será integrada à Sony, perdeu a fase inicial dos celulares inteligentes que catapultou rivais como Apple e Samsung Electronics e agora está sendo atingida pela desaceleração do crescimento global.

Analistas afirmam que a fabricante de celulares terá um desempenho melhor sob o comando da Sony, que tem como objetivo integrar celulares em outros aparelhos eletrônicos. A Sony Ericsson teve um prejuízo antes de impostos de 247 milhões de euros (US$ 316,57 milhões) no quarto trimestre ante uma expectativa de analistas de pequeno lucro no período.

Para todo o ano, a empresa teve um prejuízo de 243 milhões de euros, forçando a Ericsson a declarar que terá um impacto de 1,1 bilhão de coroas suecas (US$ 160,32 milhões) no lucro operacional do quarto trimestre. "No quarto trimestre, os resultados refletiram intensa competição, condições macroeconômicas desfavoráveis e efeitos do desastre natural na Tailândia", disse o presidente-executivo da Sony Ericsson, Bert Nordberg, em comunicado.

A companhia informou que vendeu apenas 9 milhões de aparelhos no quarto trimestre, queda de 20% sobre o mesmo período do ano passado.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.