inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Fortaleza ganha GigaFor, rede acadêmica de alta velocidade

10 de setembro de 2008 11h18

A partir desta terça-feira, a capital do Ceará, passa a contar com a Rede Metropolitana de Fortaleza (GigaFor), infra-estrutura de fibras ópticas de 1 Gbps de capacidade que possibilita o uso de aplicações avançadas e a troca de grande volume de dados entre os principais centros de ensino e pesquisa do País.

» Leia mais notícias no Convergência Digital

Também foi ativado o Núcleo de Telessaúde da Universidade Federal do Ceará, do qual fazem parte o Hospital Universitário Walter Cantídio e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand, que estará totalmente equipada até o fim do ano. Estas duas unidades integram a Rede Universitária de Telemedicina (Rute), iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP/MCT). A Rute visa a aprimorar a infra-estrutura para telessaúde presente nos hospitais universitários e a promover a integração dos projetos existentes nesta área.

A GigaFor é fruto do projeto Redes Comunitárias de Educação e Pesquisa (Redecomep). Assim como a Rute, a Redecomep é uma iniciativa do MCT coordenada pela RNP. Redes semelhantes à GigaFor já estão em operação em Belém (PA), Manaus (AM), Vitória (ES), Florianópolis (SC), Distrito Federal (DF), Natal (RN) e São Paulo (SP). A previsão é de que até o fim do ano mais seis redes metropolitanas estejam operacionais no País.

Com 15 instituições participantes e 54 km de extensão, a GigaFor foi implantada pela RNP com R$ 840 mil de investimentos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT) e auxílio de parcerias com o governo do Ceará, com a prefeitura de Fortaleza e com a Companhia Energética do Ceará (Coelce).

A GigaFor facilita e amplia a integração entre universidades e unidades de pesquisa. Instituições que participam da rede terão acesso mútuo à produção científica, podendo inclusive compartilhar projetos de educação a distância e interagir por meio de videoconferência.

A rede de alta velocidade propiciará um incremento das atividades do Brasil na área espacial ao permitir a transferência em alta velocidade de dados científicos gerados na estação do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT), em Eusébio (CE). Com o aumento da largura de banda proporcionado pela rede, o Inpe poderá participar dos mais modernos experimentos de aplicações de Redes de Rádio Telescópios existentes hoje no mundo.

Na área de telessaúde, a UFC, integrante tanto da GigaFor quanto da Rute, realiza uma série de atividades que poderão ser melhoradas e expandidas. Dentre elas, destacam-se: a coordenação do SIG Teledermato, um dos Grupos Especiais de Interesse da Rute, que promove videoconferências periódicas entre médicos do Brasil e Miami, (Estados Unidos), para palestras e discussão de casos médicos de dermatologia; e o atendimento a distância, nas áreas de cardiologia e dermatologia, a pacientes em unidades de saúde do interior do estado, no âmbito do piloto do Ministério da Saúde (Telessaúde Brasil).

Convergência Digital
Convergência Digital