inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Veja o mundo inteiro na tela do seu micro

É possível ler o famoso letreiro de Hollywood. Foto: Divulgação

É possível ler o famoso letreiro de Hollywood
Foto: Divulgação

Algo que era reservado somente para pesquisadores e militares está, agora, disponível para qualquer mortal: ver o planeta inteiro a partir de imagens de satélite. Não pense que é ficar olhando para o tradicional globo em azul e verde. É conseguir, por exemplo, ler o famoso letreiro de Hollywood - como na imagem ao lado. Para você ter uma idéia do que estamos falando, preparamos uma galeria de estádios de futebol e outra de atrações turísticas:

  • Veja estádios do Mundial 2006
  • Veja autódromos de Fórmula 1
  • Veja estádios de futebol
  • Veja atrações turísticas
  • Responda um quiz sobre locais
  • 10 dicas para Google Earth
  • Saiba se você pode instalar
  • Baixe agora o Google Earth

    Navegar pelo planeta é possível por meio do Google Earth, um software lançado recentemente pela empresa da principal ferramenta de busca da Internet. O Google adquiriu outra companhia, chamada KeyHole ("buraco da fechadura", em inglês) para, inicialmente, integrar o sistema com o seu serviço online de mapas. Depois, tornou o software disponível, gratuitamente, para qualquer internauta.

    O funcionamento do programa é bastante simples. Basta "rolar" o globo virtual para chegar aos locais, ou digitar o nome de um país ou cidade em um campo do lado esquerdo da tela. Depois, é possível girar, aproximar ou "deitar" a imagem. O usuário também pode criar locais "favoritos", enviá-los por e-mail e várias outras coisas.

    Em alguns locais, a imagens são impressionantes, a ponto de ser possível ver casas e até pessoas - observe, na galeria, os pontinhos pretos na Praça da Paz Celestial. Em outros, a qualidade piora. E alguns "quadrados" estão desatualizados - o campo no qual o Brasil disputou a final das Confederações ainda aparece em construção. Nada que diminua a qualidade deste impressionante - e viciante - serviço.

    Aplicações comerciais

    É claro que o Google não comprou uma empresa e tornou gratuito um serviço deste porte por camaradagem. Duas versões são pagas: uma delas, que inclui recursos de sistema de posicionamento global (GPS), custa US$ 20 anuais. A outra é voltada para empresas e sai por US$ 400 anuais. Além disso, o programa mostra locais de hotéis e restaurantes em cidades dos Estados Unidos.

    Considere as aplicações comerciais do Google Earth: é possível, por exemplo localizar as unidades do McDonald's em Nova York, com link para seus endereços na Web. E determinar o melhor trajeto para chegar do ponto onde você está até o restaurante. Agora, estenda esses e outros serviços para pelo menos as principais cidades do mundo e você terá uma idéia da arma que o Google tem nas mãos.

  • Redação Terra