0

Zariguim: conheça o robô que será astro de novela das 19h

19 mar 2011
10h13
atualizado às 16h27
Luis Henrique Vieira

Um personagem um tanto incomum promete ser uma grande sensação na próxima novela das 19h da Rede Globo. Ele tem 55 cm de altura, canta, dança e é capaz de expressar emoções. É um robô, o Nao. Ele será Zariguim em Morde e Assopra , de Walcyr Carrasco, que estreia nesta segunda-feira. E foi do autor da novela a ideia de incluir um personagem robô na trama.

Ícaro, o ator Mateus Solano (esq.) será o criador e grande amigo de Zariguim, que também vai ajudar a personagem de Flávia Alessandra  (dir.)
Ícaro, o ator Mateus Solano (esq.) será o criador e grande amigo de Zariguim, que também vai ajudar a personagem de Flávia Alessandra (dir.)
Foto: TV Globo / Divulgação

Em entrevista ao Terra , Carrasco não revelou muitos detalhes sobre Zariguim. Mas disse que ele terá "uma trama própria", será o melhor amigo de seu criador, Ícaro (vivido pelo ator Mateus Solano), ajudará a paleontóloga Júlia (a atriz Adriana Esteves) e será muito amigo de Naomi (papel da atriz Flávia Alessandra). Mas que robô é esse e de onde ele surgiu?

Carrasco, um interessado em robótica, contou que conheceu o robô Nao em março do ano passado, em simpósios sobre robôs que ele visitou em Osaka e Nagoya, no Japão. "Achei muito interessante e indiquei para a equipe de produção de arte da novela".

O robô Nao é um androide desenvolvido pela empresa francesa Aldebaran Robotics em parceria com a pesquisadora Lola Cañamero, da Universidade de Heltfordshire, na Inglaterra, e outros pesquisadores, para um projeto iniciado em 2005. De acordo com seus criadores, Nao é o primeiro robô a expressar emoções, e foi criado com o objetivo de fazer companhia para crianças diabéticas em hospitais, contribuindo para o cuidado e o bem-estar emocional delas.

Nao foi criado a partir da observação de como bebês chimpanzés e humanos formam laços com quem cuida deles, e seu comportamento corresponde ao de uma criança de dois anos. Quando está triste, ele abaixa a cabeça e contrai os ombros, por exemplo. Alegre, estica os braço como quem pede um abraço.

Outra peculiaridade deste robozinho é que ele desenvolve diferentes vínculos com as pessoas, se adapta às emoções com que convive e pode demonstrar preferência por uma ou outra pessoa. Se for maltratado por uma pessoa, é capaz de demonstrar raiva.

O robô é distribuído para universidades interessadas em pesquisas e em ferramentas de aprendizado. Ele pode ser vendido mediante consulta à Aldebaran, que disponibilizou apenas 200 modelos para venda a usuários privados desde o lançamento.

Nao já foi campeão na Copa do Mundo de Futebol de Robótica e foi usado em diversas apresentações de stand-up comedy nos EUA. Normalmente ele roda Linux, mas também é compatível com outros sistemas operacionais para robótica, como o Microsoft Robotics Studio, e é controlado por Wi-Fi.

Agora é aguardar para ver como Nao vai desempenhar o papel de Zariguim, conferir o que o autor aprontou para o novo astro-robô e como o público vai encarar um personagem androide.

Terra

compartilhe

publicidade
publicidade