Robôs

publicidade
19 de março de 2011 • 10h13 • atualizado às 16h27

Zariguim: conheça o robô que será astro de novela das 19h

Ícaro, o ator Mateus Solano (esq.) será o criador e grande amigo de Zariguim, que também vai ajudar a personagem de Flávia Alessandra (dir.)
Foto: TV Globo / Divulgação
 
Luis Henrique Vieira

Um personagem um tanto incomum promete ser uma grande sensação na próxima novela das 19h da Rede Globo. Ele tem 55 cm de altura, canta, dança e é capaz de expressar emoções. É um robô, o Nao. Ele será Zariguim em Morde e Assopra, de Walcyr Carrasco, que estreia nesta segunda-feira. E foi do autor da novela a ideia de incluir um personagem robô na trama.

Em entrevista ao Terra, Carrasco não revelou muitos detalhes sobre Zariguim. Mas disse que ele terá "uma trama própria", será o melhor amigo de seu criador, Ícaro (vivido pelo ator Mateus Solano), ajudará a paleontóloga Júlia (a atriz Adriana Esteves) e será muito amigo de Naomi (papel da atriz Flávia Alessandra). Mas que robô é esse e de onde ele surgiu?

Carrasco, um interessado em robótica, contou que conheceu o robô Nao em março do ano passado, em simpósios sobre robôs que ele visitou em Osaka e Nagoya, no Japão. "Achei muito interessante e indiquei para a equipe de produção de arte da novela".

O robô Nao é um androide desenvolvido pela empresa francesa Aldebaran Robotics em parceria com a pesquisadora Lola Cañamero, da Universidade de Heltfordshire, na Inglaterra, e outros pesquisadores, para um projeto iniciado em 2005. De acordo com seus criadores, Nao é o primeiro robô a expressar emoções, e foi criado com o objetivo de fazer companhia para crianças diabéticas em hospitais, contribuindo para o cuidado e o bem-estar emocional delas.

Nao foi criado a partir da observação de como bebês chimpanzés e humanos formam laços com quem cuida deles, e seu comportamento corresponde ao de uma criança de dois anos. Quando está triste, ele abaixa a cabeça e contrai os ombros, por exemplo. Alegre, estica os braço como quem pede um abraço.

Outra peculiaridade deste robozinho é que ele desenvolve diferentes vínculos com as pessoas, se adapta às emoções com que convive e pode demonstrar preferência por uma ou outra pessoa. Se for maltratado por uma pessoa, é capaz de demonstrar raiva.

O robô é distribuído para universidades interessadas em pesquisas e em ferramentas de aprendizado. Ele pode ser vendido mediante consulta à Aldebaran, que disponibilizou apenas 200 modelos para venda a usuários privados desde o lançamento.

Nao já foi campeão na Copa do Mundo de Futebol de Robótica e foi usado em diversas apresentações de stand-up comedy nos EUA. Normalmente ele roda Linux, mas também é compatível com outros sistemas operacionais para robótica, como o Microsoft Robotics Studio, e é controlado por Wi-Fi.

Agora é aguardar para ver como Nao vai desempenhar o papel de Zariguim, conferir o que o autor aprontou para o novo astro-robô e como o público vai encarar um personagem androide.

Terra Terra