Tecnologia

publicidade
06 de fevereiro de 2014 • 09h04 • atualizado às 14h21

Sony vai vender área de PCs

Fabricante japonesa prevê demissões de 5 mil funcionários

 

A Sony anunciou, nesta quinta-feira, que irá vender sua área de PCs para a empresa Japan Industrial Partners (JIP). Com a decisão, a companhia vai parar de planejar e desenvolver computadores e a produção deve ser descontinuada em meados deste ano. A fabricante vai focar seus negócios apenas nos setores de dispositivos móveis, jogos e imagem. O acordo para vender o setor de computadores, operados sob a marca VAIO, deverá ter as condições definidas até o fim de março deste ano.

A empresa também anunciou que deve reduzir cerca de 5 mil empregos até março de 2015, sendo 1.500 no Japão e 3.500 em outros países. Além da venda do setor de PCs, outro fator que contribui para as demissões é o prejuízo no setor de televisões. Desde 2011, a fabricante vem apresentando perdas no setor. Na época, elas chegaram a 147,5 bilhões de ienes (cerca de US$ 1,5 bilhão), mas a empresa espera reduzi-las para 25 bilhões de ienes, ou US$ 246 milhões, até março deste ano.

A estratégia para a área de TV é focar em produtos de ponta, como os modelos 4K (Ultra HD), e diversificar as cores dos televisores HD. A intenção da empresa é separar o negócio de TV e operá-lo como uma subsidiária integral, transição que deve acontecer até julho.

Questionada sobre possíveis demissões no Brasil, a Sony afirmou que vai informar detalhes regionais assim que os processos das áreas de TV e PC estiverem completos em todos os mercados.

Terra