2 eventos ao vivo

Babá ou esposa? A inesperada polêmica no vídeo em que crianças 'invadem' entrevista ao vivo

10 mar 2017
19h47
atualizado em 13/3/2017 às 18h28
  • separator
  • comentários

Era para ser um vídeo apenas engraçado: o professor americano Robert Kelly dava uma entrevista ao vivo à BBC sobre o impeachment da presidente da Coreia do Sul quando, de repente, foi surpreendido pelos dois filhos, que invadiram a sala onde estava.

O professor Robert Kelly comentava o impeachment da presidente da Coreia do Sul à BBC em uma entrevista ao vivo quando algo inusitado ocorreu.
O professor Robert Kelly comentava o impeachment da presidente da Coreia do Sul à BBC em uma entrevista ao vivo quando algo inusitado ocorreu.
Foto: Reprodução

Em seguida, as crianças são retiradas do local por uma mulher, que age com exímia rapidez. O especialista consegue manter a compostura e terminar a entrevista.

Mas nas redes sociais as imagens dividiram opiniões ao redor do mundo, gerando debates sobre estereótipos e preconceito.

Isso porque muitos usuários supuseram que, por ter feições asiáticas, a mulher que aparece no vídeo seria a babá das crianças.

A resposta

Na verdade, trata-se da ex-professora de ioga Jung-a Kim, esposa de Kelly. Eles se casaram logo depois que o especialista se mudou para a Coreia do Sul.

O casal tem dois filhos: Marion, de quatro anos, e James, de apenas nove meses, que aparecem nas imagens.

Enquanto Kelly falava com a BBC, Marion entra caminhando alegremente na sala, sem que ele note. "Acho que um dos seus filhos acaba de entrar", avisa então o apresentador.

Em seguida, James também entra na sala em um andador. A esposa de Kelly surge, então, desesperada e retira as crianças do local.

Foto: Facebook / BBCBrasil.com

"Hauahauhajaha!!!! a babá entrando igual um ninja e tentando sair sem ser vista não tem preço, melhor parte!!!!", disse uma leitora na página do Facebook da BBC Brasil.

"Você se surpreende quando a criança entra, mas calma, isso não é tudo, lá se vem o bebê, e pra fechar com chave de ouro, a babá ninja", escreveu outra.

"Você percebe o nível de estereótipo quando o pessoal automaticamente diz que a mulher é a babá por ser oriental. Obs: Calma pessoal do stress, foi apenas um comentário e isso não vai mudar sua vida ou o mundo", rebateu uma usuária.

"Estereótipos!", acrescenta outra.

Foto: Facebook / BBCBrasil.com

Discussão similar aconteceu em outros idiomas, como na página da BBC News, em inglês.

"Essa babá entrou na sala como uma ninja com uma velocidade insana, ainda que um minuto atrasada, e não, não foi um abuso, ela só estava tentando retirar as crianças do local e se você chamar isso de abuso, você nunca arrastou o seu filho que não parava de gritar pelo chão de um shopping center", afirmou um usuário.

"Fico curiosa porque todo mundo continua achando que a mulher é uma "babá"? Pensei que ela poderia ser a mulher e os filhos dele", rebateu uma usuária.

"Por que as pessoas acham que ela é a babá? Só porque ela não é loira? Ou porque um cara como ele não pode ser casado uma mulher asiática?", acrescentou outra.

Foto: Facebook / BBCBrasil.com

Outra polêmica

O vídeo também gerou outra polêmica relacionada aos infortúnios de se trabalhar em casa: alguns usuários criticaram a reação do pai, que afastou a filha ao perceber que ela havia invadido a sala onde ele estava sendo entrevistado ao vivo.

Segundo eles, Kelly deveria ter um comportamento mais "humano".

"Ele deveria ter se virado e levado seus filhos gentilmente para fora ou falado com eles e envolvê-los na entrevista! A reação dele foi um pouco infeliz", criticou um usuário.

Mas outra usuária apoiou Kelly.

"Pobre do homem e de sua família que agora estão sob escrutínio por um vídeo viral de 42 segundos. Senhor, obrigado por ser humano na TV ao vivo e mostrar como equilibrar profissionalismo e paternidade. Você tem uma família linda."

BBCBrasil.com BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade